Criação de Valor em Fusões e Aquisições: O caso dos Bancos Portugueses

Value creation in mergers and acquisitions: The case of Portuguese banks

  • Adalmiro Pereira
  • Ana Rita Pereira
  • Mário Queirós
Palavras-chave: Fusões, Aquisições, Valor, Criação de Valor.

Resumo

A principal razão indicada para as fusões e aquisições (F&A) que se tem verificado nos últimos vinte anos, é a criação de valor para os acionistas e para a entidade. Vários autores escreveram sobre este tema e se todos concluem que as F&A devem criar valor, na prática tal poderá não se verificar. Por esta razão, achou-se pertinente realizar este estudo, sendo o principal objetivo verificar se as F&A criam realmente valor ou não, para os investidores e organizações envolvidas. A amostra recolhida tem por base algumas F&A registadas no setor Bancário Português. Num primeiro ponto, identificou-se algumas das variáveis estratégicas utilizadas pelos bancos envolvidos na transação. Em seguida, averiguou­‑se se existiu uma criação de valor ou não nos bancos envolvidos no processo de F&A. Depois de se elaborar o estudo, concluiu­‑se que a maioria das fusões abordadas neste estudo criaram valor e que não existe nenhuma relação entre a similaridade estratégica e a criação de valor. Tendo em conta os resultados obtidos, foram mencionadas, ainda, algumas sugestões para a realização de trabalhos futuros.

Publicado
2020-07-24