https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/issue/feed e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP 2021-04-16T15:02:35-04:00 Ponteditora, Sociedade Unipessoal Lda. geral@ponteditora.org Open Journal Systems <p>Sob o lema de Fernando Pessoa: “A minha pátria é a língua portuguesa”, a <strong>e<sup>3</sup> </strong>é uma publicação vocacionada para difusão de ciência em Português, atuando no espaço da lusofonia e da comunidade dos países de língua portuguesa. A linha editorial centra-se na área dos negócios, transversal a disciplinas como a economia, gestão, contabilidade, finanças, recursos humanos, marketing, entre outras. D<span class="color_29">isponibiliza os dados e publicações em regime de acesso aberto. Atua no mercado&nbsp;editorial, numa lógica de </span>responsabilidade social e de transferência de conhecimento para a sociedade.</p> https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/353 THINK + INTERNATIONAL CONFERENCE ON MANAGEMENT, HOSPITALITY AND TOURISM: A MULTILEVEL APPROACH 2021-04-16T14:59:08-04:00 Ponte Editora geral@ponteditora.org <p>O Instituto Superior de Administração e Línguas | ISAL inicia a sua atividade como instituição de ensino superior na Região Autónoma da Madeira (RAM) em 1984. A relação com a região em que o ISAL está inserido é uma das suas preocupações fundamentais, pois visa contribuir para o desenvolvimento regional e para a fixação de conhecimento na Região Autónoma da Madeira.</p> <p>É num quadro global, de internacionalização, mas com compatibilidade regional, competitivo e em constante mutação que o ISAL pauta e constrói o seu futuro, contribuindo para a transformação do meio em que está inserido e procurando novas direções, sem perder de vista aquelas que sustentaram o passado.</p> <p>O processo de investigação não pode ser decretado, deve ser cultivado. Nos últimos anos, o ISAL tem dedicado atenção e despoletado iniciativas tendentes a estimular e aumentar os documentos e iniciativas de cariz científico. O seu principal objetivo é fortalecer as capacidades de comunicação científica, escrita ou oral, através de atividades de estímulo científico.</p> <p>Inerente ao facto de existir inovação está patente o ato de investigação. O “Think+ 2021” é um evento académico e empresarial com foco numa abordagem multinível. Pretende assinalar, discutir e contribuir com estratégias sustentáveis dentro da sua área de atuação.</p> <p><strong>O mote desta primeira edição assenta em três pilares estratégicos:</strong> <strong>a prática pedagógica, a produção científica e a valorização profissional.</strong></p> <p>O evento, que conta este ano com a sua primeira edição, pretende estimular o diálogo, a partilha e a divulgação de conhecimento científico, de investigações e boas práticas nas áreas da gestão, hotelaria e turismo, numa abordagem multinível. O programa do “Think+ 2021” contempla sessões plenárias, paralelas e apresentação de pósteres. Os resumos serão publicados em livro de resumos com ISBN e a versão completa das comunicações apresentadas na conferência será publicada em livro de atas com ISBN. Os autores dos melhores trabalhos poderão ser convidados a ampliar os seus textos com vista à publicação numa revista científica.</p> <p><strong>O conceito desenvolvido para a conferência internacional Think+ pretende aglutinar numa única marca, criada para o ISAL, os três pilares estratégicos acima definidos, acompanhando o plano estratégico do Centro de Investigação Científica do ISAL para o quadriénio 2019/2023. </strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>A marca Think+ almeja ser muito mais do que a universalização linguística dos atos de pensar, refletir ou achar e acreditar num futuro que esteja estruturado em eixos estratégicos, que compõem o anagrama que dá origem à marca.</strong></p> 2021-02-03T10:38:15-05:00 Direitos de Autor (c) 2021 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/253 Yeobo Topokki Franchise Business Development Strategy with Business Model Canvas Approach 2021-04-16T14:59:31-04:00 Deni Septandi deniseptand@yahoo.com <p><em><span style="vertical-align: inherit;"><span style="vertical-align: inherit;">Indonesians in general especially for younger generation, are more familiar with foreign cultures rather than being used to their own domestic culture, this phenomenon also occurred to the food aspect as a culture. </span><span style="vertical-align: inherit;">This research aims to examine the development strategy of business model canvas approach in yeobo topokki franchise. </span><span style="vertical-align: inherit;">The method used in this study is a descriptive business model, canvas model, and SWOT Analysis. </span></span></em><em><span style="vertical-align: inherit;"><span style="vertical-align: inherit;">The research was conducted in CV Usaha Anak Bangsa Perkasa which is located in Grand Depok City, Kalimulya, Depok, West Java. </span><span style="vertical-align: inherit;">This study was conducted in April 2019 until December 2019</span></span></em><em><span style="vertical-align: inherit;"><span style="vertical-align: inherit;">The results indicated that Yeobo Topokki accepted the business model improvement and the results of the strategy formulation that the company was in an aggressive position. </span><span style="vertical-align: inherit;">Based on this analysis, it can be concluded that c </span></span></em><em><span style="vertical-align: inherit;"><span style="vertical-align: inherit;">ompanies need to create value-added elements of the value proposition to create interest from prospective customers, such as by doing some certification on the products offered </span></span></em><em><span style="vertical-align: inherit;"><span style="vertical-align: inherit;">.</span></span></em></p> 2020-12-19T02:04:14-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/256 Reestruturação produtiva: qualificação e competências do trabalhador e a flexibilização do trabalho no sistema toyota de produção 2021-04-16T14:59:54-04:00 Wiliam Toneli Da Silva wtoneli@yahoo.com.br Andressa Graciely Ataide Sampaio andressasampaio22@hotmail.com Rogerio S. Brant rogerioboc@yahoo.com.br <p>Objetivou-se investigar a qualificação e competências necessária em um sistema de produção flexível inserido na cultura toyotista. O estudo necessitou de um aprofundamento teórico, visando um entendimento da subjetividade de qualificação e especialização profissional. Ao trabalhador que antes era exigido somente os altos índices de produtividade, através de trabalhos executados de forma repetitiva, visando atingir a lucratividade desejadas pelas empresas, passam agora também a fazer parte integrante desse processo. Desta forma, pode-se concluir que apesar do capital qualificar esse trabalhador, o preparando para o trabalho, ainda se faz necessário entender se essa visão não trará consequências precárias ao trabalhador.</p> 2020-12-19T01:59:20-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/269 A gestão de conflitos no alojamento local – O caso da Região Autónoma da Madeira 2021-04-16T15:00:17-04:00 Elvio Camacho elvio.camacho@gmail.com Sancha Campanella sancha.campanella-267m@advogados.oa.pt <p>No presente artigo efetuou-se a analise do impacto do crescimento exponencial do alojamento local na adoção pelas autoridades governamentais de novas leis, de novas políticas de gestão e regulação desta atividade. Ao nível metodológico recorreu-se a uma metodologia mista de carácter exploratório, onde se identifica a capacidade do legislador em dar resposta a todos os conflitos inerentes, bem como, a contínua necessidade de ajustar a lei ao desenvolvimento desta atividade. As diferentes formas de efetuar reservas e os múltiplos intervenientes neste processo, resultam numa multiplicidade de formas de habitação proporcionada aos clientes, gerando diversos conflitos. Identificou-se que a presente legislação, é capaz de responder a todos os conflitos identificados e que as estratégias ou alterações á lei, foram preconizadas com o objetivo de uma maior abrangência das mesmas. É analisado em termos de aplicações práticos o caso do alojamento local na Região Autónoma da Madeira (RAM).</p> 2020-12-19T01:57:15-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/303 Editorial 2021-04-16T15:00:39-04:00 Ponte Editora geral@ponteditora.org Ana Bandeira bandeira@iscap.ipp.pt <p>Editorial</p> 2020-12-19T01:55:08-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/302 Revista e3 V6N2 2021-04-16T15:01:02-04:00 Ponte Editora geral@ponteditora.org <p>Revista e3 V6N2</p> 2020-12-19T01:54:53-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/71 Editorial 2021-04-16T15:01:26-04:00 Ana Maria Alves Bandeira bandeira@iscap.ipp.pt <p>"A <em>Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP</em> agora no seu quarto número continua a prosseguir a sua política de trabalhar no sentido de proporcionar um fórum para a para a difusão de ciência em português. Estou ligada a esta revista desde o seu início, estive sempre presente ao longo do seu percurso e, por isso, quando me lançaram o desafio para assumir funções de Editora Chefe aceitei com muita satisfação, pois acredito no potencial desta revista e na sua importância enquanto elemento precioso na divulgação de ciência em português."</p> 2020-12-11T11:45:32-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/235 Social Economy Indicator on Constructing Forest Sustainability in Bali 2021-04-16T15:01:48-04:00 Putu Krisna adwityaputu@gmail.com <p>Forestry issue has ever been discussed in conference of <em>United Nation Framework Convention on Climate Change</em> about deforestation that happens because industrialization that oriented toward economical growth and ignores environment aspect that can cause global warming. In Bali, sustainability has been a pplied since long time ago. It can be proved by the existence of <em>tumpek wariga</em> that makes an appreciation respect directly to the plants is an embodiment of environmental sustainability as a manifestation of local wisdom. This is insufficient remember the fact that the condition of Bali's forests has been distorted. This analysis aims to know the simultaneous and partial influences and the most dominant determinants affecting forest sustainability. Within the lifetime data and analysis of adaptive partial adjustment model double log, this analysis found the fact that simultanousely and partially Domestic Product Regional Bruto, the amount of citizen, regional autonomy policy and forest sustainability condition on previous year has significant influence toward forest sustainability during the period of this analysis. The amount of citizen variable is the most dominant variable toward forest sustainability because it obtains the highest standardized of coefficient data of 0,292. Based on the analysis, result and discussion, forest have to be well maintained, conserved and utilized in balance for all the people prosperity in current generation and for the sake of next generation. Correct management needed for development sustainability especially in long-term capacity through internalization and negative externalization which caused by economical development</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> 2020-12-09T15:23:20-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/254 Desenvolvimento e modernidade versus trabalho: quais os impactos para a classe trabalhadora? 2021-04-16T15:02:12-04:00 Wiliam Toneli Da Silva wtoneli@yahoo.com.br Rogerio S. Brant rogerioboc@yahoo.com.br ANDRESSA GRACIELY ATHAIDE SAMPAIO andressasampaio22@hotmail.com <p>Objetivou-se analisar as implicações dos aspectos inerentes à modernidade e quais os impactos gerados para as classes trabalhadoras. O estudo necessitou de um aprofundamento teórico e bibliográfico, visando um maior entendimento das questões ligadas a esses impactos e de que forma as classes trabalhadoras seguem expostas a trabalhos precários, terceirização dos trabalhos, desemprego, subemprego e trabalho informal. Os impactos desta modernidade para as classes trabalhadores e para as relações de trabalho impostas pelo capital, só aumentam as discussões sobre as questões precárias de trabalho, ou seja, sobre as formas (modernas ou não) de dominação de uma classe articulada e poderosa, sobre outra, frágil e totalmente desarticulada. Para tanto, os procedimentos metodológicos utilizados são: pesquisa bibliográfica, documental com abordagem qualitativa e análise de conteúdo</p> 2020-12-09T15:14:02-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP https://revistas.ponteditora.org/index.php/e3/article/view/257 Transparência das Instituições Particulares de Solidariedade Social na Região Autónoma da Madeira 2021-04-16T15:02:35-04:00 Ana Maria Alves Bandeira bandeira@iscap.ipp.pt Tomásia Ornelas tomasia_pxo@hotmail.com Deolinda Meira meira@iscap.ipp.pt Graça Azevedo graca.azevedo@ua.pt <p>Por imposição legal, as Instituições Privadas de Solidariedade Social (IPSS) necessitam de reforçar as exigências da transparência relativamente às atividades que realizam e aos recursos que utilizam. As contas do exercício destas instituições obedecem ao regime da normalização contabilística para as Entidades do Setor Não Lucrativo, devendo ser publicadas obrigatoriamente no seu sítio institucional eletrónico até ao dia 31 de maio do ano seguinte a que dizem respeito (art.º 14.º-A do Decreto-Lei n.º 172-A/2014, de 14 de novembro). O objetivo principal deste trabalho é o de analisar qual o nível de transparência das IPSS na Região Autónoma da Madeira (RAM). Para o efeito realizou-se um estudo empírico, tendo como população-alvo oitenta e cinco entidades, registadas naquela região e com o estatuto de IPSS. Metodologicamente, conjugaram-se dois métodos de investigação, o método quantitativo e o método qualitativo para aferir o grau de transparência destas entidades na RAM. Os resultados mostraram que existem entidades que, mesmo tendo site, continuam a não publicar os seus relatórios de contas. É uma situação preocupante, uma vez que muitas das entidades não cumprem os requisitos legais impostos na última alteração dos seus Estatutos, com penalizações daí decorrentes, nomeadamente a suspensão dos apoios do Estado e a impossibilidade de celebrar acordos de cooperação.</p> 2020-12-09T15:11:18-05:00 Direitos de Autor (c) 2020 e3 - Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP