Um par de cantoneiras pelo ebanista Jean-Henri Riesener

  • Tiago Rodrigues ARTIS-Instituto de História da arte da Universidade de Lisboa e CH-UL
Palavras-chave: Mobiliário francês; Jean-Henri Riesener; Colecionismo de arte; Cabral Moncada Leilões;

Resumo

Neste artigo pretendemos estudar o trabalho do marceneiro Jean-Henri Riesener.

Analisaremos a relação entre a arte e o poder, através de três contextos distintos. A obra de arte de Jean-Henri Riesener como expressão do poder social das classes nobres do século XVIII; como estatuto dos colecionadores, ebanistas e marceneiros do século XIX e, por fim, como artigo no mercado de arte dos nossos dias onde falaremos de um par de cantoneiras que foi licitado na Cabral Moncada Leilões.

Publicado
2019-04-13