ÂMBITO

O J2 - Jornal Jurídico é uma publicação académica semestral, tendo por missão a divulgação de trabalhos científicos das áreas das Ciências Sociais e das Ciências Sociais Aplicadas, incluindo, portanto, o Direito & Criminologia, Ciências Políticas & Administração Pública, Sociologia & Antropologia, sendo transversal às diversas áreas que o integram, numa vertente metodológica crítica e progressista, bem como de pesquisas interdisciplinares e correlacionadas com os diversos campos dos saberes, a nível regional, nacional e mundial, sempre na perspetiva de divulgar ao mais alto nível, em português na CPLP e em inglês.

O Jornal J2 é uma plataforma privilegiada para investigadores/as jovens e seniores, bem como estudantes universitários/as, planeadores/as, criminologistas, sociólogos, antropólogos, gestores públicos, entre outros. Publica revisões de literaturas, investigações empíricas, doutrinárias e/ou teóricas detalhadas e ensaios e recensões críticas/resenhas, bem como edições especiais subordinados a temáticas atuais (ex.: assimetrias de género, sustentabilidade, direitos humanos, relações internacionais, políticas públicas, solidariedade social), sendo muito bem-vindas as publicações advindas de eventos científicos, que muito enriquecem à comunidade.

Em cada artigo estão incluídos o título, resumo e palavras-chave em português e inglês. A metodologia deve estar patente para que os resultados possam ser replicados.

Publicado 2 vezes por ano, oferece acesso aberto imediato e gratuito ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico numa lógica de responsabilidade social científica e de transferência de conhecimento para a sociedade.

O controlo de qualidade dos manuscritos submetidos é efetuado pelo(a) Editor(a)-Chefe, pelo(a) Editor(a)-Adjunto(a) e/ou Conselho Científico e de, pelo menos, uma dupla, e cega, arbitragem por pares, ou revisão aberta por pares, de modo a garantir que os textos estejam dentro das diretrizes do Jornal J2, bem como revistam da qualidade exigida.

 

A linha editorial centra-se na área de: Direito & Criminologia, Ciências Políticas & Administração Pública, Sociologia & Antropologia.

 

No âmbito das Ciências Jurídicas, difundir-se-á contribuições científicas originais e de qualidade, que trarão as diversas problematizações deste campo do saber, tanto sob o viés dogmático, como também empírico, abrangendo as áreas, em todas as suas vertentes,  correntes e desdobramentos, de Direito Penal e Processo Penal, Direito Civil e Processo Civil, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Empresarial e Económico, Compliance, Administração Alternativa de Litígios, Direitos Humanos, entre tantas outras temáticas que podem ser apresentadas ainda de forma multidisciplinar, tocando em vários outros ramos do saber, como a Criminologia, que tem como escopo reflexões várias que permeiam diversos campos do direito criminal, da psicologia criminal, da sociologia criminal, medicinal legal e tantos outros, sendo portanto bem-vindos, apenas como exemplo, artigos científicos no campo da criminologia e das ciências penais; das ideologias penais; das políticas de segurança pública; do Estado, sistema penal e cidadania; da seletividade penal e do abolicionismo penal; das políticas de controlo (social, da violência); da Justiça restaurativa e da mediação penal; dos Direitos Humanos, enfim, são infindáveis os temas possíveis que aqui se apontam como rol não exaustivo. Por óbvio, apesar de não se confundir criminologia com criminalística, artigos científicos desta natureza também são bem-vindos.

 

Ciências Políticas & Administração Pública

Centra-se no estudo do Estado e as suas relações com os agentes sociais. Investiga sobre modelos conceptuais e/ou teóricos das Ciências Políticas e Relações Internacionais, numa ótica global. Procura desenvolver conhecimento na área da gestão e administração pública.  Apresenta-se as seguintes áreas de interesse, a título de exemplo: Administração Pública; Administração Local e Regional; Relações Internacionais; Ciências Políticas; Compliance; Diplomacia; Economia Política Nacional e Internacional; Geopolítica; Governação; Legislação e leis; Política; Política e Comunicação; Política Social; Relações Internacionais; Segurança; Sustentabilidade; Teoria do Estado; Outros temas relacionados serão bem-vindos

 

Sociologia & Antropologia

A J2 recebe igualmente contribuições nas áreas da Sociologia e da Antropologia, colaborando com o desenvolvimento do conhecimento antropológico e sociológico em seus diversos campos e perspetivas, sempre aberta a uma abordagem crítica, dinâmica, contribuindo para o debate sobre questões teóricas, históricas, empíricas, analíticas, com reflexão epistemológica sobre a realidade hodierna à escala global.

 

O J2 encontra-se indexada nas plataformas científicas:

 

DOAJ Directory of Open Access Journals ACESSO; Crossref ACESSO; DRJI – Directory of Research Journals Indexing ACESSO; Journal TOCs ACESSO; ScilitACESSO; ResearchGateACESSO; ERIH PLUS - ACESSO; Sherpa RomeoACESSO; Index Copernicus - ACESSO; RCAAP - ACESSOB-on; MIAR - Information Matrix for the Analysis of Journals - ACESSO; OpenAIRE - ACESSO; OUCI - ACESSO; BASE - ACESSOREDIB - ACESSO; CITEFACTOR - ACESSO

 

  PROCESSO DE REVISÃO POR PARES

 

O objetivo da revisão é ajudar os autores a melhorar a qualidade de seus trabalhos, fornecendo avaliações construtivas e em tempo razoável, preparadas por académicos experientes. O J2 considera o processo de avaliação como uma etapa fundamental para o aperfeiçoamento dos artigos. Por esse motivo, os avaliadores do J2 são incentivados a apresentar, além do parecer quanto à publicação, sugestões de melhoria quanto ao conteúdo e à forma do texto.

O processo de avaliação de artigos submetidos à Herança contempla as seguintes etapas:

  1. 1. Os textos são submetidos pelos/as autores/as na plataforma do J2;
  2. 2. O comprovativo de receção é enviado aos/às autores/as;
  3. 3. O(A) Editor(a)-Chefe e o(a) Editor(a)-Adjunto(a) fazem uma triagem para verificar se os manuscritos:
  1.      i. se enquadram no âmbito do J2 e têm qualidade suficiente. Sendo a decisão favorável são remetidos a dois/duas revisores/as científicos/as. A revisão é cega por pares: nem o/a revisor/a tem conhecimento dos/as autores/as, nem estes/as dos/as revisores/as científicos/as ou por pares aberta, já que esta constitui uma boa prática da Ciência Aberta, permitindo aumentar a transparência, eficiência e responsabilidade no processo de revisão.
  2.      ii. se enquadram no âmbito do J2 e têm qualidade suficiente. Não se observando esta condição serão recusados;
  3.      iii. cumprem os requisitos formais. Não se observando esta condição são devolvidos para modificação;
  1. 4. No caso de se verificar a situação descrita em 3.1, os/as revisores/as têm 5 dias úteis para aceitarem ou recusarem a revisão;
  2. 5. Se aceitarem fazer a revisão comprometem-se a concluí-la no prazo de um mês preenchendo o respetivo formulário de revisão.

 

 

POLÍTICA DE ACESSO ABERTO

O J2 – Jornal Jurídico é uma publicação científica de Acesso Aberto Imediato e Gratuito através da Internet, podendo assim ser consultada sem restrições. Isto é, qualquer utilizador pode livremente, sem custos, aceder em qualquer momento e sem quaisquer restrições de conteúdo em formato eletrónico. O J2 permite, ainda, a pesquisa e reutilização do conteúdo, tanto manualmente, como com recurso a instrumentos automáticos, sendo que a reutilização deve ser objeto de correta atribuição de autoria e origem.

 

FICHA TÉCNICA

ISSN (online): 2184-3082

ERC: 127200

Periodicidade: Semestral

Propriedade: Ponte Editora, Sociedade Unipessoal, Lda.

 

Apoios: nada a declarar.