Do conhecimento à prevenção – Cancro da Mama

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rita Paraíso
https://orcid.org/0000-0002-4993-3317
Andreia M. Oliveira
https://orcid.org/0000-0001-8262-3065
Filipa Baptista
https://orcid.org/0000-0002-8519-753X
Teresa Figueiredo
https://orcid.org/0000-0003-0846-0573

Resumo

Contexto: O cancro da mama corresponde à neoplasia com maior incidência e principal causa de morte por cancro na mulher a nível mundial. A baixa literacia tem impacto negativo na saúde da população, limitando a adesão aos rastreios e procura precoce de cuidados.


Objetivos: Desenvolver estudo exploratório de intervenção comunitária para promoção da literacia sobre cancro da mama.


Metodologia: Intervenção em comunidades específicas no âmbito da Unidade Curricular de Saúde e Intervenção Comunitária do Mestrado Integrado em Medicina da Universidade do Algarve. Desenvolveram-se sessões de educação para a saúde com técnicas de exposição/linguagem adaptadas, simplificando conceitos e informações sobre cancro da mama, nomeadamente fatores de risco/protetores da doença e sinais de alarme.


Resultados: 93% participantes tiveram contacto prévio com familiares/amigos diagnosticados com cancro, sublinhando o impacto da neoplasia.


No questionário de conhecimento inicial (média de 11,72 respostas certas em 13 questões), verificou-se uma aprendizagem de 5,2% (média de 12,31respostas certas finais). A intervenção foi avaliada com a análise SWOT, visando dar continuidade e adaptar a novas comunidades. Como “Strenghts” destacam-se ser um tema conhecido e discurso adaptado/simplificado, como “Weaknesses” os conteúdos complexos. Nas “Opportunities” salientam-se colmatar lacunas e desmistificar ideias pré-concebidas e nas “Threats” o nível de literacia do público-alvo.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Paraíso, R., Oliveira, A., Baptista, A. ., & Figueiredo, T. (2022). Do conhecimento à prevenção – Cancro da Mama. JIM - Jornal De Investigação Médica, 3(2), 05–13. https://doi.org/10.29073/jim.v3i2.688
Secção
Artigos

Referências

Berkman, N.D., Sheridan S.L., Donahue K.E., et al. (2011) Health literacy interventions and outcomes: an updated systematic review. Evidence Report/technology Assessment. 199, 1-941.

Cancro, L. P. C. o. (n.d.). Cancro da Mama. Liga Portuguesa Contra o Cancro. Retrieved May 14, 2022, from https://www.ligacontracancro.pt/cancro-da-mama/

Hofer, S. & Pestalozzi, B. C. (2013). Treatment of breast cancer brain metastases. European Journal of Pharmacology, 717(1-3), 84–87. https://doi.org/10.1016/j.ejphar.2012.11.068

Pedro, A., Amaral, O. & Ana Escoval, A. (2016). Literacia em saúde, dos dados à ação: tradução, validação e aplicação do European Health Literacy Survey em Portugal. Revista Portuguesa de Saúde Pública, 34 (3), 259-275. https://doi.org/10.1016/j.rpsp.2016.07.002

Sociedade Portuguesa de Oncologia. Manual de Oncologia spo. (n.d.). Retrieved May 12, 2022, from https://www.sponcologia.pt/fotos/editor2/publicacoes/manual_oncologia_spo.pdf

Sørensen, K., Levin-Zamir, D., Duong, T. V., Okan, O., Brasil, V. V., & Nutbeam, D. (2021). Building health literacy system capacity: a framework for health literate systems. Health Promotion International, 36(Supplement_1), i14–i16. https://doi.org/10.1093/heapro/daab153

Zujewski, J. A., Dvaladze, A. L., Ilbawi, A., Anderson, B. O., Luciani, S., Stevens, L., & Torode, J. (2018). Knowledge summaries for comprehensive breast cancer control. Journal of Global Oncology, (4), 1–7. https://doi.org/10.1200/jgo.17.00141