A urgência das historicidades críticas sobre os media para ajudar a desvelar o Jornalismo

Palavras-chave: Media, Jornalismo, História, Referência, Modernização.

Resumo

Busca-se refletir aqui sobre a importância e a urgência da análise crítica da história sobre as organizações dos media, especificamente as da área do Jornalismo, para melhor compreender produtos, conteúdos e discursos que elas propõem. Um dos sinais da pouca, ou quase nenhuma atenção à história como um processo e percurso investigativo nesse ambiente é o uso recorrente em muitos estudos da expressão: “jornalismo de referência”. Essa ideia de referência pode interditar o debate, não permitindo enxergar outras possibilidades interpretativas. Ao acolher o jornalismo de referência como uma constatação dada, pode-se validar histórias referencias dos próprios media, repletas de fábulas heroicas dos proprietários e de suas organizações. Metodologicamente, optamos por fazer um recorte histórico com o objetivo de perceber a construção da ideia de referências do jornalismo no Brasil: “era da modernização” da imprensa nos anos 1950, e utilizamos rastros críticos das histórias dos dois maiores jornais impressos em circulação no país: O Globo e Folha de S.Paulo.

Biografia Autor

José Cristian Góes, UFMG

Jornalista formado pela Universidade Tiradentes/Sergipe/Brasil. É doutor em Comunicação e Sociabilidade pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com a tese “O jornalismo e a experiência do invisível: identidades, lusofonias e a visível herança colonial brasileira”. Realizou doutorado sanduíche na Universidade do Minho, em Portugal. É mestre em Comunicação Social pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), com dissertação sobre jornalismo, sensacionalismo e criminalização da pobreza. Tem especialização em Gestão Pública (Fundação Getúlio Vargas - FGV) e em Comunicação na Gestão de Crise (Universidade Gama Filho - UGF). Foi repórter de revistas e jornais, assessor de Comunicação e presidente do Sindicato dos Jornalistas de Sergipe. É membro da Comissão Nacional de Ética da Federação Nacional dos Jornalistas. Participa da equipe do Museu Virtual da Lusofonia e do Coletivo Carolina Maria de Jesus de Pesquisa em Jornalismo e Cultura.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0450395233256494

Publicado
2019-04-13