A polarização das redes no debate eleitoral brasileiro e o ceticismo político

The polarization of networks in the Brazilian electoral debate and political skepticism

  • Amelia Aben Athar Olinto Ramos Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro, AMAERJ
Palavras-chave: Ceticismo; eleições; facebook; fake News; tecnologia digital

Resumo

O presente artigo busca analisar o cenário eleitoral brasileiro do ano de 2018 a partir das redes sociais, especificamente, o Facebook. O estudo avalia como o papel das redes digitais podem ter alterado as relações sociais por evidenciar conflitos e ceticismos com o surgimento de blogs e grupos de ideologia de direita e esquerda, que se antagonizam no Facebook. O trabalho de pesquisa está compreendido no período entre o início do horário da propaganda eleitoral gratuita até o resultado das eleições. Serão analisados posts de dois grupos: “Pragmatismo Político” (que ideologicamente caracteriza-se como esquerda) e “MBL – Movimento Brasil Livre” (que pode classificado como grupo ideologicamente de direita).

Publicado
2020-04-27