MODELO ESTRATÉGICO DO SISTEMA DE GESTÃO DE PÓRTICOS DE SINALIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

João Luís Amado
https://orcid.org/0000-0001-8922-610X
Ana Cristina Martins
https://orcid.org/0000-0002-6359-6388
Neuza Rodrigues
https://orcid.org/0000-0002-4171-6529
Nuno Minas
https://orcid.org/0000-0002-6178-7965

Resumo

Pórticos, semipórticos e pórticos de telemática são equipamentos de sinalização rodoviária com a importante função de transmitir informação aos utilizadores das vias de comunicação que integram. Sendo equipamentos essenciais à utilização, operação e gestão das redes rodoviárias, contribuem também para a prossecução da missão e dos objetivos das empresas gestoras de infra-estruturas de transporte. Nesse sentido, estas estruturas constituem-se como ativos que importa gerir, procurando uma adequada relação entre custo, risco e desempenho, ao longo da sua vida útil. O modelo de gestão do risco da Insfraestruturas de Portugal, baseado na norma NP ISO 31000:2018, tem como objetivo gerir as ameaças e vulnerabilidades, de forma estruturada, integrada, transversal e contínua, contribuindo assim para a preservação e criação de valor. Após identificação do risco a gerir a metodologia proposta prevê a sua análise nas vertentes de probabilidade de ocorrência do risco e impacto da ocorrência do risco, que por sua vez permitem a sua avaliação e tratamento por via da definição de um nível de risco, metodologia aqui aplicada aos pórticos e semipórticos de sinalização rodoviária.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Amado, J. L., Martins, A. C., Rodrigues, N., & Minas, N. (2023). MODELO ESTRATÉGICO DO SISTEMA DE GESTÃO DE PÓRTICOS DE SINALIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. RAE - Revista De Ativos De Engenharia, 1(1), 31–42. https://doi.org/10.29073/rae.v1i1.650
Secção
Artigos
Biografia Autor

João Luís Amado, Infraestruturas de Portugal, S.A.

Mestre em Engenharia Civil pela Universidade Nova de Lisboa, Licenciatura e Pós-graduação pela Universidade de Coimbra. Participou em diversos projetos e publicações na área de gestão de ativos, com especial ênfase na gestão e inspeção de obras de arte. Atualmente é responsável pelo desenvolvimento de sistemas de gestão dedicados a obras de contenção e pórticos de sinalização rodoviária.

Referências

Amado, J., Freire, L., & Monteiro, B. (2014). Fundamentos para o Desenvolvimento de um Sistema de Gestão de Obras de Contenção da EP – Estradas de Portugal, S.A. 14º Congresso Nacional de Geotecnia. Covilhã.

Amado, J., Pratas, M., Monteiro, B., Costa, A., & Pinheiro, M. (2021). Avaliação expedita da condição de estruturas de contenção geridas pela Infraestruturas de Portugal S.A. XVII Congresso Nacional de Geotecnia. A Geo, as ciências e a tecnologia, (pp. 103-112). Lisboa.

Brutus, O., & Tauber, G. (2009). Guide to Asset Management of Earth Retaining Structures. Technical Report prepared as part of NCHRP Project 20-07, Task 259, Gandhi Engineering, Inc., New York.

Highways England. (2021). CS 450 Inspection of highway structures.

Infraestruturas de Portugal. (2021b). Procedimento GR.PR.006 Gestão do Risco. Almada (não publicado).

Infraestruturas de Portugal S.A. (2021a). Manual de Inspeção de Pórticos de Sinalização Rodoviária. Almada (não publicado).

Infraestruturas de Portugal, S.A. (2021c). Manual do Sistema de Gestão de Pórticos de Sinalização Rodoviária. Almada (não publicado).

Pakrashi, V. W. (2019). WG5-Recommendations of COST Action TU1406.

Póvoa, A., Freire, L., & Santos, F. (2019). O sistema de gestão de obras de arte da IP - SGOA IP. 9º Congresso Rodoviário Português. Lisboa.

Rasdorf, W., Butler, C. J., Findley, D. J., Gabr, M. A., & Bert, S. A. (2016). Framework for Defining Asset Features to Monitor and Assess Earth-Retaining Structures. Journal of the Transportation Research Board, Volume 2579, 8-16. doi:10.3141/2579-02